Vice-presidente advoga promoção do empreendedorismo cultural

0

Falando na cerimónia de reinauguração do Espaço Aplausos, na Centralidade do Sequele, no município do Cacuaco (Luanda), disse que esta aposta deveria olhar para segmentos como a gastronomia nacional e jogos tradicionais, como o Kiela.
Bornito de Sousa apelou também ao incremento de acções culturais e desportivas comunitárias dirigidas à ocupação dos tempos livres da juventude.
Naquele espaço dedicado ao ensino da música, piano e ballet, o vice-presidente da República falou também da importância do incremento da produção e divulgação das artes, para estimular o espírito, uma vez alcançada a paz, em 2002.
Por ocasião do Dia da Cultura Nacional, que hoje se assinala, Bornito de Sousa saudou os fazedores das artes no país.
Destacou, nesta perspectiva, o crescimento que se verifica a nível da música, argumentando que actualmente já se ouve em festa músicas exclusivamente angolanas, ao contrário do que acontecia há uns anos. 
Para Bornito de Sousa, o discurso do primeiro Presidente da República, Agostinho Neto, a 8 de Janeiro de 1979, na União dos Escritores Angolanos, continua válido e deve ser estudado.
Testemunharam a cerimónia a ministra da Cultura, Maria de Jesus, o governador de Luanda, Sérgio Luther Rescova, secretários de Estado e figuras ligadas às artes.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: