Veja os benefícios do alecrim do campo

0

Quem é brasileiro está familiarizado com a canção popular “alecrim”. Para grande surpresa, a música remete a uma planta que realmente existe: o alecrim do campo. O nome verdadeiro da planta é Baccharis dracunculifolia e não é o mesmo que o alecrim comum, cujo nome científico é Rosmarinus officinalis L.

O nome “alecrim dourado” foi dado por conta do desabrochar de pétalas amareladas no alecrim do campo (enquanto que o alecrim mais conhecido tem características pétalas roxas). Apesar dessa diferença, a planta também é benéfica à saúde e, inclusive, ajuda no combate da diabetes.

Alecrim X Alecrim dourado

De acordo a nutricionista Aline David, apesar de serem de famílias de plantas diferentes, o alecrim e o alecrim do campo têm propriedades medicinais muito próximas. No entanto, ele é utilizado na fabricação de algumas substâncias nas quais o alecrim comum não faz parte, como óleos aromáticos à base de nerolidol.

Para que serve

O alecrim do campo é amplamente utilizado na produção da própolis verde e óleo essencial, cujo principal elemento presente é o trans-nerolidol, um elemento conhecido por combater bactérias, fungos e parasitas.

Porém, ele também pode ser utilizado na ingestão direta através de receitas. Entre os principais efeitos desse tipo de consumo do alecrim dourado, estão:

  • Ação diurética
  • Auxílio do trânsito intestinal
  • Redução de gases: as propriedades de alecrim do campo também ajudam a expelir
  • Combate de derrames e doenças cerebrais: a planta tem forte potencial antioxidantes, eliminando radicais livres e prevenindo contra essas condições
  • Redução da glicemia e combate da diabetes: o alecrim do campo apresenta compostos fenólicos, que ajudam no controle e redução da taxa glicêmica

Como tomar alecrim do campo

Existem algumas formas diferentes de se consumir planta: as de ingestão direta e as de consumo indireto. As diretas são: chá e extrato seco em pó.

Não existem contraindicações específicas. No entanto, por conta das calorias e usual adição de açúcar, a recomendação é consumir até duas colheres de sopa do extrato ou duas xícaras do chá por dia.

Além dessas maneiras de utilizar o alecrim do campo, ainda existem as duas formas indiretas de consumo, que são as mais conhecidas: o própolis verde e o óleo essencial.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: