Trinta e seis mil inscrições realizadas em online

0

As inscrições em online para a compra dos lotes na Centralidade do Kilamba atingiram, hoje, cifra 36 mil, cerca de 10 vezes mais que as 3. 206 realizados no stand, anunciou ao Jornal de Angola a directora de Marketing e Vendas da Empresa de Gestão de Terrenos Infra-estruturados (EGTI).

Deysa Van-Dúnem revelou adiantou que candidaturas realizadas em online já receberam o comprovativo, com a emissão de um código de pré-candidatura realizada com sucesso, uma operação que afirmou estar a absorver grande do processo.
“Muitas pessoas estão preocupadas com o facto de não terem recebido resposta depois de concluir a inscrição: apelamos à calma, porque vamos responder a todos os e-mails antes do término das pré-candidaturas, previsto para 10 de Janeiro”, declarou.
A directora anunciou que a entrega dos lotes será realizada em forma de sorteio, uma vez que o as candidaturas excederam o número de parcelas disponíveis. “A nossa previsão era de cinco mil candidaturas, sendo que apenas estão disponíveis 1.200 lotes para habitações unifamiliar”, disse.
Deysa Van-Dúnem adiantou que parte considerável dos candidatos prefere a tipologia A, que é a de habitação unifamiliar, disponível ao preço médio de 115 dólares por metro quadrado, a pagar no prazo de 12 meses. “Estamos apenas no quinto dia de inscrições e o número de candidatos é muito superior as candidaturas realizadas”, afirmou .
A tipologia unifamiliar está destinada a habitações do tipo A, que será dirigida à construção de um único piso (piso térreo) numa dimensão de 131,25 metros quadrados. A tipologia multifamiliar do tipo B está consagrada à edificação de dois pisos, numa área bruta será de 262,50 metros quadrados.
“Quem pagar um terreno para construção de uma habitação unifamiliar poderá pagar pela área bruta de construção, mas quem optar pela opção B terá de desembolsar valores pelo número de andares”, acentuou.
Aos candidatos que concorrem às habitações multifamiliares terão de pagar em 24 meses, sendo que os prazos de pagamentos de até cinco anos serão apenas elegíveis às solicitações de investimento no sector da Saúde, Educação e Comércio. “Os projectos de implantação de um hospital ou uma universidade que terão a possibilidade de ter o período de pagamento mais alargado”, disse.
A directora de Marketing e Vendas alertou que os candidatos com dupla inscrição terão o processo cancelados, uma vez é apenas permitido a realização de uma inscrição. “Estamos a notar que muitos candidatos realizam candidaturas em online e ainda nas nossas instalações. É uma situação que nos obriga a cancelar a inscrição”, explicou.
Em relação à taxa de pagamento fixada em dólares, explicou que os candidatos apurados terão estabelecido no contrato um preço único baseado no câmbio do BNA, para o pagamento total ou faseado dos lotes infra-estruturados. “Naquele dia do contrato será estabelecida a taxa com base no câmbio desse dia e um adiantamento do pagamento em percentagens abaixo dos 20 por cento”, referiu.
Adiantou que os lotes estão prontos e serão entregues apenas aos clientes que terão pago na totalidade o referido terreno.
Em relação aos antigos titulares dos terrenos adjacentes a centralidade do Kilamba, Deysa Van-Dúnem acentuou que processo está a ser resolvido pelo Governo Provincial de Luanda.

Fonte: JA/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: