TAAG recebe primeira aeronave Dash8-400s em Março

0

A TAAG – Linhas Aéreas de Angola vai receber a primeira, de seis aeronaves, do tipo Dash8-400s, da companhia canadiana “De Havilland of Canada Limited”, na última semana do mês de Março.
O facto foi confirmado, hoje, pelo Presidente da Comissão Executiva da TAAG, Rui Carreira, à margem do seminário sobre “O impacto da ética, sustentabilidade e compliance no sector dos Transportes em Angola”.
“(….) O objectivo é tornar a operação doméstica mais rentável, pelo que a primeira aeronave chega ao país na última semana de Março, a segunda na ultima semana de Abril e as demais no final deste ano”, reiterou.
Pretende-se que com a compra destes aparelhos, para rotas domésticas e regionais, tornem a TAAG mais lucrativa, do ponto de vista de consumo de combustíveis, custos de manutenção e custos globais de operacionais.
Neste sentido, Rui Carreira explicou que no, quadro do processo de renovação da sua frota, estão a ser também criadas as condições para alcançar a eficiência económica e financeira da companhia.
A TAAG atende, actualmente, 17 destinos domésticos, 26 internacionais, em África, América do Sul, Europa e Ásia, com uma frota composta de 13 aeronaves das quais oito são do tipo Boeing 777, “Triple seven”.
A companhia opera nas linhas de Lisboa, Porto, Pequim, Dubai, Rio de Janeiro, São Paulo, Havana, Cidade do Cabo, Joanesburgo, São Tomé, Praia, Brazzaville, Bangui, Douala, Harare, Windhoek, Maputo, Cidade do Sal e Lagos.

CFL e composições Múltiplas Diesel

Na ocasião, o presidente do Conselho de Administração dos Caminhos de Ferro de Luanda (CFL), Júlio Joaquim Bango, assegurou a recepção, também em Março, de quatro composições Unidades Múltiplas Diesel (DMU).
As mesmas deverão chegar ao país dentro de 20 dias, como parte de cinco máquinas adquiridas pelo Executivo, à China, no âmbito da melhoria da Rede Ferroviária Ligeira de Luanda, para o circuito interurbano.
“Estas Unidades Múltiplas Diesel (DMU) vão operar dentro dos meios urbanos para transporte de passageiro a nível dos centros urbanos, porquanto, são bem-vindas e ajudarão a desafogar os serviços”, referiu.

TPA com Angop

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: