Surto de Covid-19 em criação de visons em Espanha. Quase 100 mil vão ser abatidos

0

Perto de 100 mil visons, de uma quinta da província de Aragão, em Espanha, vão ser abatidos depois de muitos dos animais terem testado positivo para o novo coronavírus.

O surto foi detetado após a esposa do dono da quinta testar positivo em maio. Desde então seis funcionários e o dono da fazenda também ficaram infetados com a Covid-19, o que obrigou as autoridades de saúde da região a monitorizar a criação.

TODOS OS ANIMAIS FORAM TESTADOS NO DIA 13 DE JULHO

Segundo a BBC, as autoridades de saúde ordenaram o abate de 92.700 visons, uma vez que 87% dos animais eram portadores do vírus. No entanto, será disponibilizada uma verba para compensar as perdas financeiras da fazenda.

Joaquin Olona, ministro da Agricultura da província espanhola, garantiu que a decisão foi tomada para “evitar o risco de contagio”, tendo sublinhado que não era clara a “possibilidade de transmissão entre os animais e humanos”.

OMS ANALISA POSSÍVEIS CASOS DE INFEÇÃO POR COVID-19 DO ANIMAL PARA O HOMEM

Após surgirem dois funcionários infetados numa exploração de visons na Holanda, a Organização Mundial de Saúde admitiu que estes poderiam ser os primeiros casos do novo coronavírus dos animais para o homem.

A OMS adiantou ainda que continua a “recolher e examinar outros dados para compreender se os animais, e os animais de companhia, podem propagar a doença”.

Também as autoridades holandesas ordenaram o abate de “mais de 10 mil” visons em unidades que fazem criação  destes pequenos mamíferos, após suspeita de transmissão.
Fonte: SIC

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: