Sri Lanka vai banir a burca

0

O Sri Lanka vai proibir a burca e outras coberturas faciais em público. As autoridades do país justificam a decisão alegando uma questão de segurança nacional dizendo que o traje é um símbolo“de extremismo religioso”. O ministro da Segurança Pública do Sri Lanka, Sarath Weerasekara, espera que a proibição seja implementada muito em breve.

Ontem assinei a ordem que proíbe a burca, o documento do gabinete. Mesmo que se diga que é uma simples burca, é algo que afeta negativamente a nossa segurança nacional. Sabemos que, mesmo durante a nossa infância, muitos dos nossos amigos muçulmanos e raparigas muçulmanas nunca usaram burca. Trata-se de um símbolo extremista que surgiu muito recentemente. Portanto, vamos bani-lo com certeza.

Sarath Weerasekara
Ministro da Segurança Pública do Sri Lanka

As autoridades do país também pretendem fechar mil escolas islâmicas, alegando que não seguem a política nacional de educação.

Foi implementada uma proibição temporária das coberturas faciais em 2019 no Sri Lanka, após uma série de ataques a igrejas e hoteis reivindicados pelo grupo terrorista Estado Islâmico que fizeram mais de 260 mortos. A medida definitiva para banir a burca surge quase dois anos depois.

Os muçulmanos são uma minoria no Sri Lanka, constituindo cerca de 9% dos 22 milhões de habitantes da ilha – que é maioritariamente budista.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: