Sindicato confirma ameaças aos jornalistas que cobrem “Caso CNC”

0

O secretário-geral do Sindicato dos Jornalistas Angolanos (SJA), Teixeira Cândido, confirmou hoje, em Luanda, que os jornalistas que cobrem casos mediáticos, envolvendo gestores públicos, estão a ser alvos de ameaças por parte de familiares destes, por acharem que as matérias estão a manchar o nome dos seus parentes.

Em conferência de imprensa, Teixeira Cândido referiu que tal comportamento tem sido observado, concretamente, à margem das sessões de julgamento do “Caso CNC”, que envolve o ex-ministro dos Transportes, Augusto Tomás. Trata-se de uma “obstrução à liberdade de imprensa”, afirmou o secretário-geral do SJA, acrescentado que as ameaças fazem com que os colegas temam pela sua integridade física.
O sindicalista acrescentou que “é este o ónus de quem ocupa cargos públicos”, está sujeito à divulgação da imagem por exercer quaisquer funções no aparelho do Estado. />Teixeira Cândido considerou que, se por um lado há o privilégio de ter passaporte diplomático, viajar em carro diplomático e ter guarda, por outro lado os governantes enfrentam, também, diversas situações de exposição da sua imagem quando estão envolvidos em casos que os comprometem.
“Quer os familiares quer a própria pessoa em causa têm de conviver também com isso. Não podemos usufruir apenas dos benefícios e não olharmos para a outra parte…”, aflorou o secretário-geral do Sindicato dos Jornalistas Angolanos.

Fonte: JA/BA

Notícia em desenvolvimento…

 

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: