Produtos agrícolas apodrecem no campo

0

Quantidades consideráveis de produtos agrícolas estão a deteriorar-se no município de Cacongo, província de Cabinda, devido ao estado degradado das vias de acesso, impedindo o escoamento desses mantimentos para os centros de consumo , informou ao Jornal de Angola o coordenador da cooperativa Chibongo, Víctor Manuel.

O responsável, que prestou a informação no termo de uma visita de campo, efectuada pelo governador provincial , Marcos Nhunga, a vários empreendimentos agrícolas locais, afirmou que, entre os produtos que se estão a estragar, constam mandioca, batata doce, macoco e inhame, feijão macunde e banana , que é o principal produto comercializado em grande escala na vizinha República do Congo, mais concretamente na cidade de Ponta Negra, situada a 120 quilómetros de Cabinda.
“O mau estado das vias que dão acesso aos campos tem emperrado o crescimento da agricultura na província, e consequentemente está a causar enormes prejuízos às famílias camponesas, pois não conseguem escoar a produção para os mercados” lamentou Víctor Manuel.
Segundo o responsável , no presente ano agrícola foram cultivados, num perímetro de aproximadamente 96 hectares, mandioca, batata doce, macoco e inhame, feijão macunde e ginguba, por 54 famílias camponesas.

Reabilitação de vias
Em resposta à preocupação dos agricultores, no que concerne a inoperância das vias de acesso, o governador Marcos Nhunga garantiu a resolução do problema “ a curto prazo”, tão logo chegue à província a brigada de máquinas pesadas. A empreitada, segundo o governador, tem como finalidade “mitigar as dificuldades de locomoção que a população enfrenta e facilitar o escoamento de produtos agrícolas do campo para a cidade”.
“O Governo está ciente das preocupações da população local, pelo que tudo fará para que, em pouco tempo, sejam ultrapassadas as dificuldades para o escoamento dos produtos do campo para as cidades”, asseverou.

Fonte: JA/JS

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: