Primeiro caso de homem que esteve em Itália confirmado na Costa do Marfim

0

O Governo da Costa do Marfim confirmou hoje a existência do primeiro caso de infeção pelo novo coronavírus no país, adiantando tratar-se de um cidadão costa-marfinense que esteve em Itália.
“Trata-se de um cidadão costa-marfinense de sexo masculino, de 45 anos, que chegou de Itália”, anunciou, numa declaração aos jornalistas, o ministro da Saúde e da Higiene Pública, Eugène Aka Aouélé.
De acordo com o ministro, os primeiros sintomas foram detetados no homem na terça-feira, tendo sido submetido a exames laboratoriais que confirmaram o diagnóstico de Covid-19.
O responsável pela saúde do Governo da Costa do Marfim explicou que o doente foi imediatamente internado num dos hospitais centrais da capital, Abidjan.
“O seu estado clínico é estável”, precisou Eugène Aka Aouélé, adiantando que foram já identificadas e estão a ser seguidas as pessoas com quem o doente manteve contactos.
Com o caso de Covid-19 registado na Costa do Marfim, são agora 12 os países africanos que registam casos declarados da doença: África do Sul, Argélia, Burkina Faso, Camarões, Costa do Marfim, Egito, Marrocos, Nigéria, República Democrática do Congo, Senegal, Tunísia e Togo.
A maioria dos mais de 100 casos registados no continente concentra-se no Egito.
A epidemia de Covid-19 foi detetada em dezembro, na China, e já provocou mais de 4.300 mortos e cerca de 120 mil pessoas infetadas em cerca de uma centena de países, incluindo Portugal, que tem 59 casos confirmados.

Mais de 63 mil pessoas recuperaram.

Face ao avanço da epidemia, vários países têm adotado medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena inicialmente decretado pela China na zona do surto.
A Itália é o caso mais grave depois da China, com mais de 10.000 infetados e pelo menos 631 mortos, o que levou o Governo a decretar a quarentena em todo o país.
A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou hoje a doença Covid-19 como pandemia, justificando a decisão com os “níveis alarmantes de propagação e inação”.

Fonte: NM/AF

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: