PR inaugura novo Hospital Provincial do Bié

0

O Presidente da República, João Lourenço, inaugurou, este sábado, o novo Hospital Provincial do Bié, denominado “Dr. Walter Strangway”, com capacidade para 250 camas e que vai atender pacientes das regiões Centro e Sul de Angola.

A inauguração da infrastrutura, construida em dois anos e seis meses, foi presenciada pela  primeira-dama, Ana Dias Lourenço, por responsáveis de departamentos ministeriais e pelo governador do Bié, Pereira Alfredo.

Localizada a cinco quilómetros a Sul da cidade do Cuito (sede da província do Bié), no Bairro Caluapanda, a nova unidade hospitalar, que ocupa uma área de 50 mil metros quadrados, custou 48, 6 milhões de euros, de uma linha de financiamento do banco francês Société Générale.

O funcionamento do hospital vai ser assegurado por 1.019 profissionais, sendo 96 médicos, 609 enfermeiros, 96 especialistas de diagnóstico e terapêuticos, 141 técnicos de apoio hospitalar e 77 administrativos.

Dentre os profissionais, constam especialistas de nacionalidade angolana e cubana dos segmentos de Nefrologia, Anatonomia Patológica, Gastroenterlogia, Neurologia, Ortopedia/Traumatologia, Psiquiatria, Intensivista/Anestesia e Reabilitação.

Há também especialidades de medicina interna, pediatria, cirurgia, cardiologia, hemodiálise, nefrologia, oftalmogia e unidade de terapia intensiva.

O hospital possui igualmente serviços complementares para exames nas especialidades de gineco-obstetrícia, neonatolgia, neurologia, anatomia patológica, gastroenterogia, imagiologia, psiqiátria, estomatogia, otorrinolaringologia, ortopedia, laboratório clínico, bem como um bloco operatório com cinco salas.

Dispõe ainda de uma morgue com os serviços de conservação de cadáveres e autopsias e seis residências geminadas do tipo T2 para acomodação de médicos, estando em vista a montagem de um laboratório de anatomia e fisiológica.

A designação do novo Hospital Provincial do Bié é uma homenagem ao missionário e médico canadiano Walter Earl Strangway, que durante 40 anos (1928 – 1968) trabalhou no Hospital de Chissamba, município de Catabola, a cerca de 52 quilómetros a leste do Cuito.

Walter Earl Strangway, tratado carinhosamente por “Strângula” pelos angolanos, notabilizou-se ao realizar 40 mil cirurgias, algumas das quais melindrosas, e era famoso pelo trabalho com leprosos.

Nascido em Petrolia, Ontario, o médico, que trabalhou no Hospital Missionário de Chissamba, destacou-se também na formação de enfermeiros, na construção de um hospital com 140 leitos e na criação de 43 centros médicos em algumas aldeias da região.

Pioneiro no sector da saúde em Catabola, Walter Strangway notabilizou-se pelo facto de, com poucos recursos, ter prestado um grande serviço à população de Catabola.

Fonte: Angop

 

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: