População do Cabolongo ganha sistema de água potável

0

A população do bairro Camama-2, distrito do Cabolongo, no município de Belas, em Luanda, ganhou nesta sexta-feira um sistema de água potável canalizada, no âmbito do melhoramento das condições de vida das populações.

Esta zona nunca beneficiou deste sistema, desde o seu surgimento, há cerca de dez anos.

O sistema é um projecto da administração municipal e da Empresa Pública de Água de Luanda, cujo custos de construção não foram revelados.

Inclui um fontenário, lavandaria e balneários, beneficiando mais de dois mil habitantes.

Antes, a população adquiria o líquido em camiões cisternas, comercializado em reservatórios subterrâneos (tanques) ao custo de 50 litros a 100 kwanzas, ou água das chuvas.

Para a administradora municipal, Mariana Francisco da Cunha, com este bem as comunidades deixam de consumir água imprópria ou por custos altos, tendo apelado a população a preservar o bem público.

Disse que o investimento vai prevenir doenças como diarreicas, febre tifóide e combate ao Covid-19 na higienização constante das mãos.

Angop

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: