Polícia desmantela rede de burladores por plataformas digitais

0

Sete pessoas acusadas de burlas por fraude e falsificação de documentos com o uso de plataformas digitais foram detidos pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC) em Cabinda, no âmbito das micro-operações de prevenção e combate a criminalidade.

O grupo de associação de malfeitores, cujos integrantes têm entre 20 a 30 anos de idade, tinha como vítimas vendedores de bens nas distintas plataformas digitais, com particular realce para os usuários da página no Facebook denominada “Bazar da Mamã-Cabinda”.

O porta-voz do SIC em Cabinda, inspector-chefe Rodrigues Ambrósio, explica que falsificavam os dígitos numerários do custo de cada bem e através de um programa específico adulteravam os preçários.

Nesta operação ocorrida de 20 a 30 de Junho, foram recuperados 15 telemóveis e apreenderam também as ferramentas utilizadas, nomeadamente dois computadores portáteis, um acumulador, igual número de leitor externo.

Em Cabinda, jovens de faixa entoaria entre 15 a 30 anos de idade estão a nveredar na prática de actos de defraudação e burla através de plataformas digitais, usando perfis de individualidades governamentais e outras figuras públicas.

Fonte: Angop/LD

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: