Papa Francisco pede diálogo e fim das manifestações

0

“Estou preocupado com o que se está a passar no Chile”, confessou, em italiano, o Pontífice argentino, durante a audiência geral, celebrada todas as quartas-feiras, na Praça de São Pedro.

O Papa expressou o seu desejo de que se ponha um “fim às manifestações violentas” e que, “através do diálogo, se trabalhe para encontrar uma solução para a crise e se enfrente as dificuldades geradas, pelo bem de toda a população.

” O Presidente do Chile, Sebastián Piñera, pediu desculpas por não ter sido capaz de ver a situação a que chegou o país e anunciou reformas sociais após cinco dias de protestos devido à subida do preço do bilhete do metro e que levaram à morte de, pelo menos, 15 pessoas. Os protestos, que se espalharam por diversas cidades, com barricadas, incêndios e pilhagens, deixaram feridos 239 civis e cerca de 50 polícias e militares.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: