Os sete fatores que levaram Lewis Hamilton a se tornar um campeão praticamente imbatível na F1

0

Novo hexacampeão da Fórmula 1 capitalizou série de aspectos para chegar a um nível que os adversários não conseguem alcançar; em 2020, inglês pode bater recordes de Schumacher.
No número de vitórias, Hamilton também vem se aproximando da marca do alemão. São apenas oito triunfos a menos, e no ano que vem a façanha de se tornar o mais vencedor piloto de todos os tempos na Fórmula 1 é uma grande possibilidade.Mas por que Lewis Hamilton chegou nesse estágio de ser praticamente imbatível? É pela sua capacidade de pilotar? É pela própria evolução na carreira? É pela força da Mercedes e do carro? Ou é por uma junção de todos esses fatores?

Os profissionais do Grupo Globo analisaram todos esses aspectos para dissecar os motivos que levam este inglês nascido em Stevenage em 1985 a se tornar um dos grandes nomes não só do automobilismo mas também do esporte mundial.”O Hamilton sempre foi treinado para ser muito veloz e sempre teve carros vencedores, com raras exceções.
Ao estrear na F1, tinha ao lado um bicampeão prontinho para ser tri, que era o Fernando Alonso, considerado até por mim o melhor, e ele não perdeu em nada em termos de velocidade. Ele provou para todos que é mais veloz do que qualquer companheiro de equipe. O próprio Rosberg, que venceu o Hamilton em 2016, parou em seguida porque sabia que era o máximo que poderia conseguir. O Hamilton focado é imbatível contra qualquer um.””Ele é o único piloto que completou todas as voltas da temporada. Isso mostra que, além de ter um bom equipamento, que não quebra, Hamilton comete pouquíssimos erros. Ele guia demais como sempre guiou, mas por guiar muito, isso dá uma autoconfiança muito grande. Ele não se sente pressionado, diz que quer mais briga, mais disputa com equipes mais perto da Mercedes. E com essa autoconfiança, quanto mais ele vence, mais ele fica sem pressão e guia o carro do jeito certo, sem erros. Isso não é para sempre, se ele cair numa equipe errada, pode passar por algo que outros passaram. Mas no momento ele é muito regular e imbatível.””O Hamilton tem a qualidade de guiar o carro em diferentes condições, circuitos diferentes, com a mesma habilidade. Ele consegue isso, o Schumacher conseguia, o Senna conseguia, são esses caras fora da curva que conseguem lidar com essas situações. Ele passou a ser um piloto bom de corrida, estratégico, de pensar no resultado final, depois de bastante tempo. No começo da carreira, ele cometia erros, mas teve o mérito de apertar o botão e mudar a característica dele. Houve pilotos talentosos que eram rápidos mas não apertaram esse botão. Hoje em dia ele é muito completo, de ter a velocidade mas pensar no resultado. E mais: na primeira corrida do ano ele já pensa no campeonato. Por ser inteligente e por ter a posição na Mercedes de brigar pelo campeonato.”
Fonte:G1/RM

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: