Os países mais perigosos para a prática do jornalismo em 2020

0

 

De acordo com dados do Comitê para a Proteção dos Jornalistas, 32 profissionais  foram mortos até agora neste ano . Como demostra o gráfico, o valor de 2020 é o menor dos últimos seis anos, embora seja preciso levar em conta que  falta um  mes para o final do ano.

 O México  tornou-se no país mais mortal em 2020 onde foram registados 5 assassinatos registrados neste ano,  a seguir as Honduras, Iraque e Síria, onde em cada um deles três jornalistas foram assassinados. O Comitê para a Proteção de Jornalistas divulgou o seu Índice Global de Impunidade 2020 há alguns dias, e revelou que   nos países onde os jornalistas são assassinados os responsáveis ​​por tais crimes continuam em liberdade. Somália, Síria, Iraque, Sudão do Sul, Afeganistão e México ocupam as seis primeiras posições do índice.

Fonte: https://es.statista.com

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: