Nobel da Paz para Abiy Ahmed

0

o ano passado, foram distinguidos com o Nobel da Paz o médico congolês Denis Mukwege e a ativista yazidi Nadia Murad pelo seu trabalho contra a violência sexual. Na segunda-feira foi anunciado o Nobel da Medicina, que premiou os norte-americanos William G. Kaelin e Gregg L. Semenza e o britânico Sir Peter J. Ratcliffe, pelas suas descobertas relativamente à forma como as “células pressentem e se adaptam ao oxigénio disponível”.
Esta terça-feira foram laureados com o Nobel da Física o norte-americano James Peebles e os suíços Michel Mayor e Didier Queloz. 
Peebles foi congratulado pelas suas “descobertas na teoria da cosmologia física”. Mayor e Queloz foram distinguidos pela descoberta de “um exoplaneta em órbita de uma estrela do tipo solar”.
Quarta-feira foram conhecidos os laureados com o Nobel da Química, que foi atribuído ao norte-americano John B. Goodenough, ao britânico M. Stanley Whittingham e ao japonês Akira Yoshino pelo seu trabalho no desenvolvimento de baterias de iões de lítio.
Esta quinta-feira a Academia Sueca atribuiu os Nobel da Literatura de 2018 e 2019. O prémio de 2018 foi para a escritora polaca Olga Tokarczuk pela sua “imaginação narrativa que com uma paixão enciclopédica representa o cruzamento das fronteiras como uma forma de vida”. Já o Nobel deste ano premiou o Peter Handke pelo seu “trabalho influenciador que com a ingenuidade linguística explorou a periferia e a especificidade da experiência humana”
O último Nobel a ser atribuído é o da Economia, algo que vai acontecer na segunda-feira.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: