Ministro enaltece parceria entre Estado e igrejas

0

O ministro da Cultura, Turismo e Ambiente, Jomo Fortunato, enalteceu neste domingo, em Luanda, a parceria entre o Estado Angolano e as igrejas na tarefa da moralização da sociedade.

O governante fez este pronunciamento quando intervinha, em representação do Presidente da República, João Lourenço, na reabertura da catedral da Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo (Tocoista), localizada na avenida Pedro de Castro Van-Dúnem “Loy”, na zona do Golfe.

De acordo com Jomo Fortunato, esta parceria tem-se destacado na promoção dos valores cívicos, morais e na execução de projectos sociais com vista a melhoria das condições de vida dos cidadãos.

Apelou ao reforço do diálogo entre as igrejas, assim como ao fomento do ecumenismo no sentido das denominações religiosas prosseguirem o mesmo objectivo.

Salientou que a Constituição da República de Angola determina que o Estado reconhece e respeita as diferentes confissões religiosas, as quais são livres na sua organização e no exercício das suas actividades, desde que cumpram com o estipulado na lei.

Entretanto, o líder da Igreja Tocoista, bispo dom Afonso Nunes, em declarações à imprensa, destacou a contribuição dos fiéis na reabilitação do templo, cujas obras duraram 20 meses.

O líder religioso recomendou aos fiéis a cuidarem bem da infra-estrutura, que foi apetrechada com novos equipamentos e teve mudança na sua estrutura arquitectónica.

Por seu turno, o fiel Monteiro Kapunga referiu que o templo pode constituir um ponto de referência no turismo religioso.

Considerou o templo como um dos maiores e mais lindos da África subsaariana, facto que deve orgulhar os angolanos.

O templo do Deus Vivo (Catedral da Igreja Tocoista) tem capacidade para albergar 22 mil fiéis sentados (mais mil que o anterior).

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: