Ministro da Saúde francês diz que segunda vaga é “violenta”

0

“A situação no nosso país é muito séria. A segunda vaga não é algo abstrato. Ela está instalada e é violenta”, afirmou hoje o ministro da Saúde durante uma conferência de imprensa sobre a evolução da pandemia de covid-19 em França.

O ministro avisou que o segundo confinamento, que começou na última sexta-feira a nível nacional e vai estar em vigor ate dia 01 de dezembro, deve ser cumprido por todos já que se o vírus continuar a circular como até agora “a segunda vaga será mais longa do que a primeira” e só estabilizará a meio de dezembro.

Nas últimas 24 horas, foram detetados58.046 novos casos, um número recorde desde o início da pandemia, e 447 pacientes infetados entraram em unidades de cuidados intensivos.

O ministro descreveu a situação nos hospitais como “tensa” com 85% do total das camas nos cuidados intensivos ocupadas em todo o país. O ministro reforçou ainda que uma passagem pelos cuidados intensivos “não é algo inofensivo”.

Até agora, nesta segunda vaga, já foram transferidos 61 pacientes entre hospitais franceses, com a região de AuvergneRhône-Alpes a ser a mais atingida pelo regresso do vírus.

Em França, a covid-19 já fez 38.674 mortos e foram detetados 1.543.321 casos confirmados do vírus.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: