Ministra anuncia novo hospital no Cuanza Norte

0

A ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, anunciou, para o primeiro trimestre do presente ano, o começo da construção de um novo Hospital Geral em Ndalatando, província do Cuanza Norte, que já dispõe “de cabimentação e aprovação do Governo”.
Segundo a governante, que falava sábado, à margem de uma visita de algumas horas àquela localidade do país, a infra-estrutura terá capacidade de 200 camas e prestará serviços em várias especialidades, sem no entanto detalhar as áreas e o orçamento.
A construção do novo hospital resulta da estratégia do Executivo de reforço dos serviços de assistência médica à população e redução de evacuações de pacientes para hospitais de referência em Luanda, particularmente as vítimas de acidentes de viação.
Sílvia Lutucuta reafirmou que estão criadas as condições administrativas e de cabimentação orçamental para o lançamento da primeira pedra ainda neste trimestre.
Quanto às obras de ampliação do actual Hospital Provincial, paralisadas há mais de cinco anos, esclareceu que se deve ao facto de terem sido constatados elevados erros de execução na empreitada, daí o Governo avançar para um novo Hospital Geral.
“Foram realizados estudos de viabilidade e a solução encontrada foi a construção de um novo hospital de raiz, adequado aos actuais padrões internacionais e compatível com as necessidades de assistência médica à população local”, precisou.
No quadro da sua visita ao Cuanza Norte, Sílvia Lutucuta promoveu um encontro de auscultação à classe e inteirou-se do funcionamento dos hospitais provincial, materno-infantil e de tratamento da tuberculose.
A província conta actualmente com 136 unidades sanitárias, sendo quatro hospitais, 20 centros de saúde e 106 postos médicos, e um total de 1.202 camas para internamento.
O sector é assegurado por 1.789 trabalhadores, entre os quais 28 médicos (nacionais e estrangeiros), 875 enfermeiros, 103 técnicos de diagnóstico e terapêutica, sete técnicos superiores de enfermagem, 409 trabalhadores de apoio hospitalar e 302 administrativos.

TPA com Angop/AF

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: