Marginal altamente perigoso foragido

0

Eusidio Correia De Sousa Pacheco, de 26 anos, considerado o altamente perigoso da região sul do país. Nas suas costas pesam crimes de assaltos em agências bancárias e bombas de combustível na província da Huíla, condenado a 10 anos de prisão.

Já no Namibe, o mais conhecido por “Puto P” foi condenado a 23 anos de prisão maior, por crimes de roubo concorrido com violação de menor, furtos qualificados, posse ilegal de arma de fogo. A sua lista de crimes não pára de crescer.

Puto P já cumpria pena de 6 anos numa das cadeias mais seguras do país, Bentiaba. Quem quiser escapar dela, terá de enfrentar quilómetros intermináveis de areia do deserto.

Em Moçâmedes, o tribunal mandou chama-lo para responder a mais um crime. No julgamento o mais temido da região chegou a ameaçar de morte, inclusivo, o juíz.

Eusidio teve de ficar encarcerado temporariamente na prisão de Moçâmedes até ser transferido, mas foram necessário apenas 8 dias para o jovem colocar em prática o plano de fuga.

Para a fuga, o altamente perigoso precisou de lençol, um mosquiteiro dado pelo seu colega de cela e um alicate que solicitou ao funcionário prisional alegando que queria conserta a sua cama. O instrumento possibilitou o arrombamento do cadeado da porta principal do pátio.

Depois de pular o primeiro muro, um dos guardas do lado de fora viu e alertou os colegas, a acção impediu a fuga de outros reclusos. Os muros baixos facilitaram a fuga do marginal.

Mal fugiu da cadeia, Puto P já fez vários assaltos a mão armada.

A TPA promete continuar a reportar o assunto.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: