Mais de 200 residência em risco extremo após chuvas no Huambo

0

Duzentas residências que se encontram adjacentes ao rio Cajamba, no bairro Camussamba, na sede da província do Huambo, encontram-se em condições de risco extremo, em consequência do aumento significativo do caudal deste, a que se seguiu o desabamento de terras, propiciando o surgimento de ravinas próximas às residências.
Estes dados foram avançados este domingo à Angop, num balanço provisório sobre as consequências das fortes chuvas de sexta-feira (3) e sábado (4) naquela região, pelo Comando de Protecção Civil e Bombeiros, que ainda está a fazer o levantamento da situação.
De igual modo, acrescenta, três outras residências ficaram inundadas, já nos arredores do rio Culimahala, bairro da Bomba Baixa, também na cidade do Huambo, mas com menos riscos.
Ainda assim, os seus proprietários foram aconselhados a efectuarem o corte de electricidade nas residências para evitar problemas de electrocussão.
A cidade do Huambo, sede da província com o mesmo nome, conta com 815 mil e 685 habitantes e possui uma área territorial de dois mil e 609 quilómetros quadrados, sendo o mais populoso município da província com o mesmo nome.

Fonte: Angop/AF

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: