Lar do Beiral necessita de obras urgentes

0

Francisco Naval reconhece que a infra-estrutura carece de reabilitação e manutenção para melhor acomodar os idosos que aí residem, porque, ao contrário, corre-se o risco de ver desmoronado parte da estrutura.
Francisco Naval, que falava por altura do “Natal Solidário”, oferecido pelo governo da província de Luanda, considerou irrisória a verba atribuída pelo Estado para manter o Lar da trceira idade funcional, por isso, o trabalho de conservação do espaço é feita de maneira superficial.
“Há em curso um plano de reabilitação do lar da terceira idade Beiral, mas desconheço a data do início”, disse o administrador do Distrito Urbano do Rangel.
No Beiral, a administração tem contribuído com a recolha de resíduos sólidos, poda das árvores e têm trabalhado com a ENDE para a reposição de dois faróis de iluminação que há dois meses se encontram inoperantes e que deixam parte da área exterior do lar às escuras.
Apesar das dificuldades que o lar apresenta, Francisco Naval reconheceu que tem havido um trabalho benéfico com os idosos de forma a conferí-los dignidade e apelou as entidades de direito uma melhor prestação ao Beiral e apoio aos mais desfavorecidos, por serem uma biblioteca viva.
O Lar do Beiral conta com 108 idosos, sendo 60 homens, 48 mulheres e, mesmo com algumas dificuldades, tem funcionado com normalidade.
A directora do lar, Guiomar Damião, disse que o centro carece de pessoal, pois boa parte dos funcionários foram reformados, além da necessidade de alguns meios, como roupas de camas e vestuários.
Guiomar Damião agradeceu a iniciativa do Governo Provincial de Luanda por ter oferecido o “Natal do idoso” e disse sentir-se feliz pelo amor e o calor humano disponibilizado àquelas pessoas carenciadas.
A directora do gabinete provincial da Acção Social, Família e Igualdade de Género, Isabel Domingos, disse que o acto constitui uma grande alegria e satisfação para os idosos, que por razões foram levados para este lar.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: