João Lourenço felicita Nobel da Paz 2019

0

O Presidente da República, João Lourenço, felicitou o Primeiro-ministro etíope, Abiy Ahmed Ali, pela conquista, sexta-feira (11), do Prémio Nobel da Paz 2019, feito que considera “inspirador para os líderes e figuras políticas africanas”.

Segundo o Chefe de Estado, o prémio é uma demonstração clara de que sempre vale colocar acima de qualquer diferença os anseios dos povos à paz e, em função disso, primar-se pelo diálogo e pela solução pacífica dos diferendos, seja qual for a sua natureza e complexidade.

“Considero que o Prémio Nobel a Si atribuído é um exemplo inspirador a ser seguido por líderes e figuras políticas africanas, que deverão tomar como referência este exemplo, para a solução dos conflitos que ainda perduram no nosso continente”, escreveu na sua mensagem de felicitações.

De acordo com João Lourenço, trata-se do reconhecimento de todos os esforços que o Nobel  da Paz empreendeu corajosamente para pôr fim a um conflito que durante anos afectou os interesses do progresso e desenvolvimento do povo etíope e do povo eritreu.

“Tenho a honra de felicitar Vossa Excelência, em nome do Povo e do Executivo angolano e no meu próprio, pela escolha que recaiu sobre Si para o Prémio Nobel da Paz do ano de 2019”, concluiu.

Entre os méritos do primeiro-ministro Abiy Ahmed, 43 anos, estão a assinatura do acordo de paz com a Eritreia, após duas décadas de conflito, e a mediação decisiva no processo de transição no Sudão, que levou este ano a um acordo entre civis e militares.

O Comitê do Nobel valorizou especialmente a assinatura da paz com a Eritreia, antigo conflito que terminou com a restauração das relações diplomáticas a 8 de Julho de 2018.

Valeram igualmente os seus constantes esforços para a paz no Sudão do Sul e no Sudão, onde, a pedido da União Africana, conseguiu que os líderes civis e militares  assinassem um acordo para a criação de um conselho de transição.

Fonte: ANGOP/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: