Jardins da Yoba instala unidade de processamento de sementes

0
AMOSTRA DE SEMENTES (ARQUIVO)

Uma unidade de processamento de sementes de cereais, com capacidade de armazenamento de mil e 500 toneladas/ano, vai ser instalada na primeira quinzena de 2020, pela empresa Jardins da Yoba, na comuna da Arimba, município do Lubango, província da Huíla.
O projecto, orçado em dois milhões e 500 mil dólares americanos, vai permitir armazenar milho, massango e massambala, bem como gerar mais de três mil empregos directos e indirectos.
E m declarações a Angop, o Presidente do Conselho de Administração da Empresa, Jardins da Yoba, Paulo Amaral Pereira, disse que o objectivo da iniciativa é contribuir para a incorporação científica, tecnológica e na cadeia de negócio da multiplicação de sementes e propágulos vegetativos em Angola, de uma forma sustentável e permanente.
Um dos objectivos da instalação das unidades, segundo o gestor, é de concorrer para o estabelecimento de uma reserva filogenética e assegurar os necessários desenvolvimentos científicos que visem o seu aproveitamento económico com estabelecimento de um Catálogo Nacional de Variedades.
De igual modo, o investimento visa cooperar para uma produção agrícola de qualidade, de forma a garantir a sustentabilidade ambiental dos meios de produção (água e solo) e segurança alimentar para os consumidores (resíduos de pesticidas).
É também objectivo da Jardins Yoba, fomentar a diversificação da economia com maiores taxas de incorporação nacional, visando a substituição directa e indirecta das importações, para além de consolidar a posição de liderança no mercado nacional de tubérculos, sementes de batata e potenciar a exportação para países vizinhos.
De acordo com o empresário, a implementação do projecto decorre sem sobressaltos, pois a equipa técnica está a trabalhar arduamente para que se alcance objectivo estratégico na produção de sementes de milho, feijão e outros cereais.
O investidor pretende estabelecer um centro de produção frutícola no sul de Angola, tendo em consideração o potencial edafo-climático de especialidade de regiões demarcadas, nomeadamente citrinos-Chibia, Pomoideas, Prunoideas-Humpata e Tropicais-Chaungo.
A Jardins da Yoba concluiu a sua fase de instalação e consolidação do processo produtivo, isto é, do primeiro projecto de investimento estrutural, com capitais próprios no final de 2015, constituindo-se como a única empresa produtora de semente certificada de batata em Angola.
Em 2016, foi seleccionada para o Programa Nacional de Sementes, onde em cooperação institucional/científica com o Instituto de Investigação Agrária (IIA)e o CIMMYT, desenvolve, de forma partilhada e assistida, um programa de melhoramento e selecção de plantas.
Jardins da Yoba é uma empresa virada ao ramo agro-pecuário e industrial, que desenvolve a sua acção nos municípios da Chibia e Humpata, província da Huíla.

Fonte: Angop/AF

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: