Indiano que matava ursos-preguiça e comia seus pênis é preso após 6 anos de fuga

0

m homem foi preso na Índia no sábado (19) por alegadamente ter morto vários ursos-preguiça e comido seus pênis em tentativa de melhorar a libido masculina.

O homem, que usava vários nomes falsos, tem estado em fuga desde 2014, um ano após ter sido preso por matar dois desses ursos no Parque Nacional de Kanha.

Daquela vez o homem, cujo nome é Yarlen, passou um ano na prisão antes de fugir depois de ter sido libertado sob fiança.

Yarlen, que faz parte da tribo nômade Pardhi-Behelia, acredita que os órgãos genitais do urso-preguiça são afrodisíacos, relata New York Post.

As autoridades indianas pensam que Yarlen pode estar envolvido na caça ilegal de animais silvestres em risco de extinção.

“Nós criamos uma equipe especial para conseguir localizar e prender o homem”, disse Ritesh Sirothia, do Departamento Florestal. “Foi a nossa perseguição mais longa, durou seis anos”, acrescentou ele.

Yarlen era procurado por seis crimes – três deles relacionados com caça ilegal de tigres em dois estados indianos.

fonte: Sputnik/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: