Greve no ensino superior está suspensa

0

O Sindicato Nacional de Professores do Ensino Superior (SINPES) suspendeu a greve convocada para esta sexta-feira (28), no quadro de um acordo assinado entre a classe docente e os ministérios do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação e das Finanças.

O acordo, rubricado quinta-feira, visa o pagamento de subsídios em atraso, avaliados em dois mil milhões e 300 milhões de kwanzas, dívida pública acumulada desde 2012.

Segundo o secretário-geral do SINPES, Eduardo Alberto, a acta de entendimento assinada entre as partes estabelece que, a partir de Março, o Ministério das Finanças vai começar a liquidar a dívida contraída aos professores e trabalhadores não docentes.

“Vamos adiar ligeiramente a nossa greve, mas esperamos que se cumpra com o pagamento da dívida até o mês de Julho próximo, tendo em conta o número dos beneficiários, que rondam os três mil e 500 funcionários”, declarou.

A promessa é que a dívida seja paga de forma faseada, começando pela Oitava Região Académica.

Outra exigência do acordo é a aprovação, com urgência, do regulamento eleitoral para as instituições do ensino superior, documento que deve ser aprovado pelo Conselho de Ministros, até dia 30 de Abril.

De acordo com Eduardo Alberto, o sindicato vai esperar com paciência o cumprimento do acordo assinado.

Por outro lado, o secretário de Estado para o Ensino Superior, Eugénio Silva, assegurou que o processo de levantamento e identificação dessa dívida tem tido o devido tratamento por parte da tutela, ao longo dos anos, estando nesse momento em fase final a aprovação de um cronograma para o cumprimento da dívida.

Lembrou que o Ministério do Ensino Superior está a tentar cumprir a sua missão, oferecendo melhores condições aos seus funcionários e obter melhores resultados possíveis.

Numa altura em que ainda decorre o processo de ingresso para algumas instituições, sobretudo privadas, Eugénio Silva vaticinou a entrada de cerca de 50 mil novos estudantes ao subsistema do ensino superior.

Com mais de 15 cursos ministrados, o Instituto Superior Politécnico (ISP) Jean Piaget de Benguela acolhe, nesta sexta-feira (28), o acto oficial de abertura do ano académico 2020 no ensino superior, em cerimónia a ser orientada pela titular da pasta, Maria do Rosário Bragança Sambo.

Fonte: ANGOP/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: