Fazenda Tombola colhe mais de duas mil toneladas de tomate

0

Duas mil e quinhentas toneladas de tomate e mil de outras hortícolas estão a ser colhidas desde Maio na fazenda Tombola, no município de Caconda, província da Huíla, um projecto criado há um ano numa área de 500 hectares.

Em declarações hoje, quarta-feira, à Angop, o proprietário do empreendimento, Manuel Monteiro, disse que actualmente estão direccionados à produção de hortícolas e frutas, mas a projecção vai para os cereais e as leguminosas em grande escala até ao final do ano.

Ressaltou que até ao momento estão plantadas 15 mil fruteiras, entre laranjeiras, limoeiros e tangerineiras, cuja produção já alimenta os mercados do Lubango e outros municípios circunvizinhos.

“Estamos também a produzir cebola, batata, tomate, pimento, pepinos, couve, repolho e alface, produção que é prontamente escoada para as principais superfícies comerciais, como a Shoprite e o Kero, estando na forja a abertura de uma frutaria no município de Caconda para que os seus habitantes tenham acesso ao que se produz localmente”, disse.

Manuel Monteiro fez saber que actualmente a produção é feita em 30 hectares em estufa para hortícolas e leguminosas e outros cem a céu aberto com fruteiras, milho, feijão e soja, mas espera preencher os 500 hectares disponíveis com produção até ao final do ano.

Em 15 meses de trabalho, segundo a fonte, foram gerados 130 empregos directos, mas a meta é até Dezembro chegar aos 500 postos de trabalho.

Caconda, a 230 quilómetros a norte do Lubango, é um município com potencialidades agrícolas, sobretudo no pólo de desenvolvimento do Waba, mas pouco exploradas, sendo a fazenda Tombola o único grande projecto em funcionamento.

Fonte: ANGOP/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: