Falta de museus periga conservação do património cultural

0

A falta de museus na província do Cunene dificulta a preservação do património cultural desta região mais a sul de Angola, disse este sábado, em Ondjiva, o historiador Atanásio Ndafimana.

Em declarações à Angop a propósito do Dia Internacional dos Museus, assinalado hoje, o historiador defendeu a construção de uma estrutura museológica, a fim de facilitar a pesquisa e conservação da identidade cultural dos povos da região.

Acrescentou que a falta de um museu na província põe em perigo os símbolos e outros valores culturais da região e, consequentemente, a transmissão do testemunho cultural às novas gerações.

“É através dos museus que as novas gerações se informam sobre a cultura da região, as lutas do passado, tribos e etnias de uma determinada nação”, sublinhou.

O Dia Internacional dos Museus foi criado em 1977, através da iniciativa do Conselho Internacional de Museus, um organismo que integra a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e a Cultura (UNESCO), com objectivo de chamar a atenção da sociedade e do público para a importância dos museus, na  preservação da história e a cultura da humanidade.

Fonte: Angop/LD

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: