Falsos antigos combatentes retirados do sistema no Zaire

0
ENCONTRO DE ANTIGOS COMBATENTES (ARQUIVO)

O Gabinete Provincial dos Antigos Combatentes e Veteranos de Guerra da província do Zaire iniciou hoje, segunda-feira, em Mbanza Kongo, o processo de recadastramento e prova de vida dos assistidos, para eliminar falsos pensionistas da base de dados.
Este processo de recadastramento e prova de vida dos pensionistas do regime de protecção especial concedido aos antigos combatentes vai abranger os seis municípios da província do Zaire, por tempo indeterminado, o trabalho será assegurado por 14 técnicos dos ministérios dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria e das Finanças, respectivamente.
Ao discursar no acto de lançamento deste processo de recadastramento e prova de vida, o governador da província do Zaire, Pedro Júlia, exortou aos técnicos empenho no trabalho e solicitou a aos beneficiários colaboração para o êxito da campanha.
Por sua vez, o assessor do Ministério dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria José Chissola disse que o processo abrange os portadores de deficiência, viúvas e órfãos de guerra e antigos guerrilheiros.
Lembrou que, a protecção especial beneficia todo o cidadão que tenha participado ou contribuído na luta de libertação nacional, alcançada a 11 de Novembro de 1975, e na defesa da pátria.
A pensão atribuída mensalmente a essa franja da sociedade é de 23 mil Kwanzas, além de ter outras regalias como assistência médica e medicamentosa, subvenção dos preços dos serviços de água potável e energia eléctrica, apoio em projectos agrícolas, entre outros ganhos.
O Gabinete Provincial dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria no Zaire controla dois mil assistidos na sua base de dados, número a ser confirmado ou reduzido no decorrer desta campanha.

Fonte: Angop/AF

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: