Falso remédio “milagroso” causou 26 intoxicações em Espanha

0

O MMS é promovido na internet como um remédio para o cancro, o autismo, hepatites, o VIH e mais recentemente a Covid-19.

O Instituto Nacional de Toxicologia de Espanha recebeu 26 pedidos de consultas por intoxicação entre os meses de abril e junho, os meses mais difíceis da pandemia no país. O ABC revela que esses 26 casos de intoxicação estavam relacionados com um produto que é vendido na internet como um remédio “milagroso”, o Miracle Mineral Solution, ou MMS.

Este falso remédio promete curar doenças tão díspares como o cancro, o autismo, hepatites e até o VIH. Mais recentemente, passou a ser promovido como uma cura para a Covid-19, o que ajuda a explicar o aumento súbito das chamadas para o Instituto Nacional de Toxicologia em Espanha num curto espaço de tempo (no ano de 2019 tinham sido registados oito casos de intoxicação associados a este produto).

O Instituto Nacional de Toxicologia avisou esta segunda-feira que o produto é composto em 28% por cloreto de sódio, que é nocivo para a saúde humana.

A entidade relembrou que tanto a Agência Espanhola do Medicamento e de Produtos Sanitários, como a sua homóloga norte-americana, a Food and Drugs Administration (FDA), já alertaram para o perigo do consumo deste falso remédio. A sua ingestão pode provocar graves danos no fígado e nos rins.

Fonte: NM/LD

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: