Ex-engenheiro condenado a pagar 160 milhões de euros à Google

0

Continua o processo em tribunal que coloca a divisão de carros autónomos da Google, a Waymo, contra um dos seus ex-engenheiros, Anthony Levandowski. A disputa entre as duas partes deve-se ao facto Levandowski ter saído da Waymo, formado a sua própria startup que, posteriormente, foi adquirida pela Uber.

Para a Google, Levandowski terá roubado segredos da empresa, o que levou ao início do processo. O tribunal decretou agora que Levandowski deve pagar à divisão de carros autónomos da Google o valor de 179 milhões de dólares, isto é, pouco mais de 160 milhões de euros.

Não é claro se Levandowski pretende pagar mas é possível que, dependendo do contrato com a atual entidade empregadora, a Uber possa ser obrigada a arcar com o custo.

Fonte: TECH AO MINUTO/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: