Estudantes sul africanos regressam às aulas

0

Milhares de estudantes sul-africanos regressaram ontem às aulas na segunda fase de reabertura das escolas, após quase quatro meses de confinamento no país que lidera o número de infecções da Covid-19 em África.

Os alunos dos graus 6 e 11 regressaram às aulas de-pois de os colegas dos graus 7 e 12 terem já regressado no mês passado.
No regresso, os alunos tiveram que apresentar declarações assinadas pelos pais autorizando-os a retomarem a escola.

O Governo da África do Sul ganhou na semana passada um processo judicial que lhe permitiu prosseguir com a reabertura de escolas. O processo pretendia que as escolas permanecessem fechadas devido ao perigo de a doença se espalhar entre alunos e professores.

Apesar da vitória, nos últimos dias o Governo adiou os planos para o regresso às aulas de alunos de outros graus de ensino, numa altura em que os casos confirmados da doença estão a acelerar no país.

A África do Sul tem 196.750 infecções pelo novo coronavírus, mais de 40 por cento de todos os casos relatados pelos 54 países africanos, e registou 3.199 mortes.

Pelo menos 2.121 professores na província de Gauteng, que inclui Joanesburgo, a maior cidade da África do Sul, não regressaram às escolas por terem doenças que os colocariam em maior risco caso fossem infectados.

Desde a primeira fase da reabertura das escolas no mês passado, 968 escolas tiveram de fechar devido a surtos e 2.400 professores e 1.260 alunos deram positivo nos testes à Covid-19.

Os pais que não se sentem à vontade para enviar os seus filhos de volta à escola foram encorajados a registá-los para a escolarização “online” fornecida peo departamento de educação.

Fonte: JA/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: