Escolas públicas sem alunos no primeiro dia de aulas

0

Na manhã de hoje, a maioria das escolas públicas em Luanda registou a ausência de estudantes nas salas de aulas, alguns por não terem conseguido atempadamente acesso às listas de distribuição das turmas, outros porque simplesmente decidiram não comparecer às escolas.

Em diferentes instituições do ensino geral foi possível verificar a agitação dos alunos, pais e encarregados de educação para identificar nome, turma e o turno em que calharam os estudantes.
A subdirectora pedagógica do Colégio Público nº 1224 Njinga Mbandi, Inês Nunes, disse que a ausência de alunos nas salas de aulas deveu-se ao facto de muitas escolas não terem afixado as listas com antecedência.
Por outro lado, frisou, o feriado prolongado impossibilitou algumas escolas, alunos, pais e encarregados de educação de terem acesso às listas porque os portões estavam encerrados.
Anelca Neto, aluno da 12ª classe do curso de Ciências Físicas e Biológicas no Liceu Ngola Kiluanji, nº 1145, disse que além de ter tido contacto com as listas apenas hoje, verificou alguma falta de organização na ordem alfabética dos nomes.
Como exemplo, o aluno finalista refere que o seu nome, que tem como inicial a letra A, que normalmente na lista toma o número três ou quatro, ocupa a posição numero 35 de uma lista. No seu entender, isso demonstra desorganização.
O director do Liceu Ngola Kiluanji, nº 1145, António Fernando esclareceu que não era possível ter alunos nas salas de aulas, porque os mesmos só tomaram conhecimento das listas hoje, em consequência do feriado prolongado.
António Fernando disse que as falhas que se registou em muitas escolas públicas de Luanda vão ser resolvidas definitivamente nesta semana.
O Liceu Ngola Kiluanji, nº 1145 tem 50 salas de aulas não tem água corrente, carece de 9 professores nas disciplinas de ciências exactas e estão matriculados 6.450 alunos distribuídos em três turnos.

Fonte: JA/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: