Diagnosticados 21 casos de conjuntivite hemorrágica no Cunene

0
HOSPITAL GERAL DE ONDJIVA
Foto: José Cachiva (Angop)

Vinte e um caso de conjuntivite hemorrágica foram atendidos nos últimos quatro dias, no Hospital Geral de Ondjiva, província do Cunene, informou hoje, terça-feira, em Ondjiva, a directora clínica, Eufragina de Oliveira.
Segundo a Angop, Eufragina de Oliveira disse que os primeiros casos surgiram sexta-feira, dia 14, esclarecendo que a doença não mata, mas pode causar lesões ocular, caso o doente não for assistido pelo médico.
Aconselha a população a procurar com urgência um posto de saúde mais próximo para receber assistência.
“Não existe tratamento específico para conjuntivite hemorrágica. Para diminuir os sintomas e o desconforto pode-se utilizar soro fisiológico gelado e compressas sobre as pálpebras, limpar os olhos com frequência, ou ainda usar colírios lubrificantes e lágrimas artificiais”, afirmou.
As medidas de prevenção consistem na lavagem das mãos com frequência, evitar a partilha de objectos com as outras pessoas e frequentar locais com um aglomerado acentuado de pessoas.
O Hospital Geral de Ondjiva, a maior unidade hospitalar no Cunene, conta com 35 médicos e 270 enfermeiros, atende uma media diária de 600 a 700 cidadãos com patologias diferentes, provenientes dos vários pontos da província.

Fonte: Angop

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: