Dezassete mil cidadãos obtêm registo de nascimento

0

Dezassete mil cidadãos nacionais efectuaram o seu registo de nascimento, somente no primeiro semestre deste ano, mais da metade dos 22 mil feitos em todo o ano de 2018, na província do Bengo.

Os dados foram revelados quinta-feira, em Caxito, pelo chefe do Departamento de Registo e Identificação da Delegação Provincial da Justiça e Direitos Humanos no Bengo, Tito Pedro de Sousa, no arranque da campanha de registo de nascimento nas escolas do município do Dande, com a previsão de cadastrar dois mil 600 alunos, dos cinco aos 14 anos de idade.
Apontou o registo de nascimento nas maternidades, mudança de local de residência, a busca de melhores condições de vida e o êxodo de estudantes para Caxito, como as causas deste aumento exponencial do número de registo nos primeiros seis meses.

Garcia Pacavira Januário, de 13 anos de idade, foi o primeiro aluno a ser registado e considerou um alívio obter a sua cédula pessoal, enquanto sua mãe, Joana António Garcia, destacou a gratuitidade do processo e a facilidade obtida em registar o filho, que é órfão pai.
A directora da escola 11 de Novembro, nº315, Ana Gomes, disse que tem sido um desafio receber crianças sem registo e apelou aos pais e encarregados de educação a aderir a campanha.
Por sua vez, o administrador municipal adjunto do Dande, Domingos Mateus Velho João, explicou que a campanha cria condições para que as crianças tenham os seus direitos valorizados, um pressuposto importante dos 11 compromissos do Estado para esta franja da sociedade.
Referiu que a campanha, que termina em Dezembro deste ano, tem como objectivo conferir a cidadania aos munícipes, levar os serviços de registos de nascimento mais próximo do cidadão e reduzir o elevado número de crianças com idade escolar sem registo de nascimento.
Na segunda-feira a campanha de registo de nascimento para crianças e adultos vai se realizar na localidade da Burgalheira, no Panguila, onde se prevê registar 470 cidadãos.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: