Desmantelada rede de falsificadores de testes da Covid-19

0

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) desmantelou, ontem, uma rede de falsificadores de comprovativos de teste da Covid-19, mandado de captura, credenciais para circulação, cartas de condução, livretes, certificado de habilitações, entre outros.

A rede actuava numa reprografia, localizada no Mercado dos Kwanzas, no município do Cazenga, em Luanda. De acordo com informações publicadas na página oficial do Ministério do Interior, no Facebook, os infractores circundavam as paragens de transporte colectivo interprovinciais, a fim de aliciarem indivíduos que pretendiam viajar para fora de Luanda e que não dispunham do teste da Covid-19.
A rede cobrava 25 mil Kwanzas, sendo 15 mil para o teste e dez para a credencial de circulação da viatura.

No momento da detenção, foram ainda apreendidos os meios utilizados para o cometimento dos crimes, sendo um computador de mesa, duas impressoras, sete comprovativos de testes, dos quais três já preenchidos com resultados negativos, com os números “987”, “956”, “887”, quatro modelosnão preenchidos, dez cópias de Bilhetes de Identidade, entre outros documentos, e 12 mil Kwanzas.
Dados preliminares da operação revelam que os maiores compradores dos comprovativos falsos são os viajantes com destino às províncias do Uíge e Zaire, com uma venda estimada em mais de dez comprovativos.

Está, neste momento, em curso diligências par deter outros envolvidos. Os cidadãos já detidos serão presentes ao Ministério Público para responsabilidade criminal.
Da rede de falsificadores fazem parte dois cidadãos nacionais, identificados apenas pelos nomes de “JJK” e “SMMG”, solteiros, de 28 e 30 anos, apanhados em flagrante delito. O primeiro é técnico básico de informática e o segundo lotador de táxi.

Fonte: JA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: