Crianças pedem de volta feriado no 1º dia de Junho

0

O Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher (MASFAMU) vai submeter às autoridades competentes uma proposta que deve ser encaminhada à Assembleia Nacional, nos próximos tempos, com vista à institucionalização do 1º de Junho, Dia Internacional da Criança, como feriado nacional.

O director-geral do Instituto Nacional da Criança (INAC), Paulo Kalesi, que revelou o facto ao Jornal de Angola, avançou que, neste momento, o Ministério está a trabalhar com outras entidades no sentido de melhor articulação, para responder a um apelo das crianças, dirigido à ministra do MASFAMU, no 1º de Junho do ano passado.
“Ficaremos muito satisfeitos se o país atender a esse pedido das nossas crianças, uma solicitação que deve ser enquadrada nas prioridades a que os pequenos têm direito”, realçou o director-geral do INAC, para quem a data deve servir para os adultos reflectirem sobre os assuntos ligados aos menores, enquanto estes (os petizes) deveriam aproveitar para brincar e ser felizes.
Paulo Kalesi disse ter fé que a proposta poderá passar pelos deputados e ser aprovada, uma vez que os membros do Parlamento e do Executivo têm noção de que “muitos pais não conseguem tempo para estar com os filhos menores, neste dia, por serem obrigados a ir trabalhar, retirando o sabor especial da comemoração”.
De acordo com a Lei sobre os Feriados Nacionais, o Dia Internacional da Criança, em Angola, é uma data de celebração nacional, como o são o 4 de Janeiro (Dia dos Mártires da Repressão Colonial), 15 de Janeiro (do Antigo Combatente e Veterano da Pátria), 2 de Março (Dia da Mulher Angolana), 15 de Março (Expansão da Luta Armada de Libertação Nacional) e 14 de Abril (Juventude Angolana).

Fonte: JA/LD

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: