Covid-19: País registou evolução na taxa de recuperação

0

O país está a registar, nos últimos dias, uma evolução positiva da taxa de recuperação de pacientes com Covid-19. De acordo com o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, a taxa de recuperação, que era de 36,7 por cento , subiu para 47,7 por cento.

No habitual encontro com jornalistas, no Centro de Imprensa Aníbal de Melo (CIAM), em Luanda, sobre a evolução da pandemia em Angola, Franco Mufinda disse que “Angola evoluiu muito” no que diz respeito à recuperação de pacientes infectados com Covid-19.  Segundo o secretário de Estado, além da evolução registada na taxa de recuperação de pacientes, houve também mudanças no quadro dos sintomas apresentados pelos doentes internados.

Explicou que a taxa de doentes internados sem sintomas era de 61 por cento, passando agora para 38 por cento nos últimos dias. Em relação à taxa de mortalidade, Franco Mufinda disse que continua a ser de 3,6 por cento, o que considerou não ser “muito preocupante comparada a outras realidades”.

Recuperados 142 pacientes

Relativamente à situação epidemiológica nas últimas 24 horas, o secretário de Estado informou que foram recuperados 142 pacientes, tendo-se registado 32 novas infecções e a morte de três doentes. Dos pacientes recuperados, 124 foram registados em Luanda, nove no Zaire, cinco em Benguela, dois em Cabinda, um na Huíla e igual número na província do Bié.

Relativamente às novas infecções, Franco Mufinda informou que 22 foram notificadas em Luanda, nove no Bié e uma na província do Bengo. Na capital, os municípios de Talatona, Kilamba Kiaxi, Cazenga, Viana, Cacuaco, Belas e os distritos urbanos do Rangel e Samba foram os afectados.  Em relação às mortes, ocorreram todas na província de Luanda. Trata-se de dois cidadãos nacionais do sexo masculino e um de nacionalidade chilena, com 59, 60 e 70 anos.

Com estes dados, o país tem 5.402 casos confirmados, dos quais 195 óbitos, 2.577 recuperados e 2.630 activos. Deste número, 16 estão em estado crítico a receber tratamento por ventilação mecânica invasiva, 14 em situação grave, 63 são considerados moderados, 140 têm sintomas leves e 2.397 são assintomáticos.

O secretário de Estado informou que nos centros de tratamento da Covid-19, a nível do país, estão internados 544 doentes. Em quarentena institucional estão 577 cidadãos e 3.758 sob investigação epidemiológica.  Nas últimas 24 horas, três pessoas que estavam em quarentena institucional tiveram alta, todas na província do Huambo.

O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) registou, ontem, 81 chamadas, todas relacionadas a pedidos de informação sobre a pandemia da Covid-19.  De acordo com o governante, o Laboratório de Biologia Molecular processou, nas últimas 24 horas, 1.116 amostras, das quais 32 foram positivas. Desde o início da pandemia foram processadas 98.660 amostras, das quais 5.402 tiveram resultados positivos.

Fonte: JA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: