Covid-19: Malanje inicia testagem direccionada

0

Trinta pessoas, das mil previstas, entre as quais pacientes com pneumonia grave e outras patologias de risco, bem como técnicos de saúde e cidadãos em quarentena, foram submetidas à testagem rápida da covid-19 na província, nos dois últimos dias.

Os referidos cidadãos, encontram-se internados em serviço em unidades sanitárias de referência da cidade de Malanje e não apresentaram sinais reactivos da doença.

A informação foi dada esta quarta-feira, pelo director do Gabinete Provincial da Saúde em Malanje, Avantino Sebastião, realçando que a província recebeu no último sábado, mil testes rápidos, tendo a testagem arrancado na segunda-feira (13).

Fez saber que os demais testes vão prosseguir, priorizando os cidadãos em quarentena e suspeitos.

Disse que os testes serão apenas direccionados, uma vez que a expansão para os grandes conglomerados, com realce para os mercados, depende da evolução do quadro epidemiológico da doença e da disponibilidade de testes.

Por outro lado, Avantino Sebastião informou que a Comissão Provincial de Resposta à Covid-19 continua a reforçar as medidas de segurança, principalmente nas zonas limítrofe com a província do Cuanza Norte e com a República Democrática do Congo, nos municípios de Cacuso, Massango e Marimba, respectivamente.

Explicou que, nesta altura, 140 cidadãos nacionais e estrangeiros, encontram-se em quarentena domiciliar na província, tendo maior parte dos quais violado a cerca sanitária de Luanda e do município do Cazengo, na província do Cuanza norte.

Disse que não há nenhum cidadão em quarentena institucional, mas, quanto aos equipamentos de biossegurança “há um stock para pelo menos dois meses”.

A província de Malanje não dispõe de hospitais de campanha, mas conta com um centro de tratamento da covid-19, localizado no bairro da Cahala, arredores da cidade de Malanje, e dispõe de 60 camas, seis das quais para eventuais pacientes em estado crítico.

Fonte: Angop/LD

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: