Covid-19: Jornalistas testam negativo

0

Quarenta profissionais de diversos órgãos de comunicação social destacados na cobertura da sessões da comissão da covid-19 em Angola, tiveram resultados negativos nos testes feitos na passada terça-feira, em Luanda, assegurou, ontem, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta.

Além desses resultados, um dos efectivos da Polícia Nacional, destacado no Centro de Imprensa Aníbal de Melo (CIAM), testou positivo à covid-19, facto que obriga os profissionais da comunicação social a fazerem o novo teste de reconfirmação, a ser feito nesta terça-feira, a partir das 9h00, no Hospital Américo Boa Vida, segundo a ministra.

Ao actualizar os dados da pandemia no país, a também porta-voz da Comissão Multissectorial para Prevenção e Combate à Covid-19, sublinhou que as autoridades sanitárias estão a trabalhar para apurar o vínculo epidemiológico do caso positivo do CIAM, com vista a enquadrar o grupo desse infectado (transmissão local ou comunitária).

Por outro lado, a governante referiu que continua a contar com a prestimosa contribuição da imprensa na sensibilização da população para o cumprimento das medidas de prevenção e combate da pandemia.

Na ocasião, descartou a possibilidade das mortes súbitas, ocorridas nos últimos dias no país, estarem associadas à covid-19, apontando que seis dessas mortes testaram negativas.

Quanto a possibilidade da vinda de novos médicos cubanos em Angola, Sílvia Lutucuta desmentiu essa informação.

Angola registou nas últimas 24 horas mais dois casos positivos e três recuperações.

Com estes, o país aumenta para 142 o número de casos positivos, sendo que 71 estão activos, 64 recuperados e seis óbitos.

O quadro epidemiológico nacional apresenta 69 casos importados, 76 de contaminação local e um por esclarecer.

Angop

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: