Covid-19: Governador quer denuncia de violadores da cerca sanitária

0

O governador do Moxico, Gonçalves Muandumba, exortou ontem, sábado, no Luena, a população para denunciar os cidadãos que violem a cerca sanitária de Luanda.

O governante fez o apelo quando falava à imprensa após um encontro com o chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas Angolanas (FAA), general António Egídio Santos “Disciplina”.

Gonçalves Muandumba apontou que a província de Luanda, o centro da pandemia, com 172 casos de covid-19, seguido do Cuanza Norte, com quatro, está a registar várias violações da cerca sanitária.

Insistiu que a fuga de pessoas de Luanda poderá expandir à covid -19 para outras regiões do país, em particular ao Moxico, pelo que manifestou a necessidade de denúncia dos prováveis desobedientes, para evitar a disseminação da pandemia.

O governador provincial prometeu, por outro lado, levar a justiça os familiares que persistirem em esconder os parentes que violam a cerca sanitária em Luanda, dando asilo nesta província.

Por seu turno, o chefe do Estado-Maior General das FAA, general António Egídio Santos “Disciplina”, reiterou á disposição das tropas para auxiliar a Polícia Nacional (PN) na fiscalização das fronteiras e na sensibilização da população sobre o perigo que representa a pandemia.

Assegurou que as tropas continuarão a receber apoio logístico e material de biossegurança para continuarem a sensibilizar a população ao uso de máscaras, respeitarem o isolamento social e a higienização.

O general, que durante 24 horas trabalhou no Luena, visitou igualmente as regiões militar Sul e Norte de Angola, para inteirar-se da preparação e prontidão das tropas na defesa do espaço territorial.

Angop

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: