Covid-19: Após contaminações, “Caso 26” testa negativo

0

O conhecido como “Caso 26”, envolvendo um cidadão angolano responsável para a  cerca sanitária na comuna do Futungo, município de Belas (Luanda), testou negativo e pode ter alta médica nos próximos dias, se este quadro se manter até nova análise, dentro de sete dias.

Segundo a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, este mesmo cidadão também é responsável pela cerca já levantada no bairro Cassenda (Mainga), tendo regressado ao país no dia 18 de Março, proveniente de Portugal, sem cumprir a quarentena domiciliar.

“Só no Futungo, onde se mantém a cerca sanitária, até os dados divulgados hoje (domingo), já infectou 26 pessoas. Já fizemos o primeiro teste e deu negativo. Vamos fazer o segundo, e se voltar a dar negativo, vamos dar-lhe alta médica”, explicou

Na ocasião, a também porta-voz da Comissão Multissectorial para Resposta à Covid-19, sublinhou que, nas últimas 24 horas, se registaram oito casos, perfazendo 69 (41 dos quais são de transmissão local) casos confirmados, com quatro óbitos, 18 recuperados e 47 activos.

CISP

O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) recebeu 43 chamadas, das quais três denuncias de casos suspeitos e 40 de pedidos de informação da doença.

INIS

Enquanto isso, o Instituto Nacional de Investigação em Saúde (INIS) processou 7.521 casos, dos quais 69 positivos, 6.978 negativos, estando 476 em processamento, ao mesmo tempo que se deu alta a um cidadão em Luanda.

Em termos de casos suspeitos, estão em investigação 452 casos, sob vigilância 1.198, ao passo que 1.059 pessoas se encontram em quarentena institucional.

Angop

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: