Coronavírus. Primeiros norte-americanos retirados para os EUA

0

As autoridades norte-americanas fretaram um avião para retirar os funcionários do consulado e outros cidadãos dos Estados Unidos que se encontravam em Wuhan.

O aparelho com destino à Califórnia efetuou uma escala para reabastecimento no Estado norte-americano do Alasca a norte do Canadá.
Os passageiros mantêm-se no interior do aparelho que não tem as janelas abertas, não sendo possível ver os ocupantes.
As autoridades sanitárias do mais pequeno Estado norte-americano anunciaram que vão pronunciar-se em conferência de imprensa mais tarde sobre a saúde dos repatriados.
Na terça-feira foi anunciado que o avião vai aterrar na base militar March Air, no condado de Riverside, Califórnia, apesar de inicialmente estar previsto o desembarque dos passageiros num aeroporto civil do condado californiano de San Bernardino.
O Centro de Controlo de Doenças comunicou ao aeroporto que o aparelho vai ser desviado para a base militar.
“Nós estávamos preparados, mas o Departamento de Estado decidiu mudar o local de aterragem para a base militar”, disse Curt Hagman, porta-voz do aeroporto de San Bernardino.
Wuhan, na República Popular da China, é o epicentro da epidemia do novo vírus que infetou milhares de pessoas e que já provocou a morte a 132 pessoas, segundo os últimos dados fornecidos pelas autoridades sanitárias chinesas.
No Alasca os passageiros provenientes da China vão permanecer isolados e não vão contactar com outros passageiros.
Os sintomas do vírus são febre e tosse e nos casos mais graves falta de ar e pneumonia.
A China elevou para 132 mortos e mais de 5.900 infetados o balanço de vítimas do novo coronavírus detetado no final do ano em Wuhan, capital da província de Hubei (centro).
As quase 6.000 infeções confirmadas mostram que já foi ultrapassado na China o número de pessoas afetadas durante a epidemia da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS, na sigla em inglês), que atingiu 5.327 pessoas entre novembro de 2002 e agosto de 2003, segundo dados oficiais.
Hoje, foi identificado um caso de contágio pelo novo coronavírus (2019-nCoV) nos Emirados Árabes Unidos, o primeiro detetado em países do Médio Oriente.
Além do território continental da China, foram reportados casos de infeção em Macau, Hong Kong, Taiwan, Tailândia, Japão, Coreia do Sul, Estados Unidos, Singapura, Vietname, Nepal, Malásia, Austrália, Canadá, Alemanha, França e Emirados Árabes Unidos.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: