Comuna da Canjala carece de ambulância

0

O centro de saúde da comuna da Canjala, 85 quilómetros da cidade do Lobito, província de Benguela, precisa de uma ambulância para o transporte célere de pacientes graves, sobretudo gestantes, para o Hospital Regional na sede do município “ferro-portuário”.

O director da Repartição Municipal da Saúde do Lobito, Zeferino Joaquim, em declarações à imprensa, reconhece a necessidade de uma ambulância para a comuna da Canjala, já que a antiga está avariada há mais de 15 anos.

O responsável deu a conhecer que já houve várias tentativas para recuperar o “meio rolante”, com a substituição de peças, mas sem sucesso dado o tempo em que está parado, na oficina.

Questionado sobre a possibilidade de aquisição de uma ambulância nova para a Canjala, o gestor da Repartição da Saúde no Lobito considera difícil, por enquanto, devido ao actual contexto do país.

“Sabes que conseguir agora um meio rolante não está fácil”, frisou, notando que, em face disso, os doentes podem ser transportados alternativamente pela ambulância da vizinha comuna do Egipto-Praia, bastando apenas coordenação entre as autoridades locais.

A malária, as parasitoses intestinais e anemias são as doentes mais frequentes na região, já que nem todos consomem água tratada, razão por que Zeferino Joaquim garante haver disponibilidade de anti-paludicos para a assistência medicamentosa, mas ao mesmo tempo apela à população da comuna a olhar mais para a saúde preventiva.

Actualmente, 10 técnicos asseguram o funcionamento do centro de saúde da Canjala, que tem capacidade para internar dez doentes.

A comuna da Canjala é habitada por pouco mais de 24 mil habitantes.

Angop

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: