Cientistas criam tinta invisível que revela se crianças foram vacinadas

0

Um grupo de investigadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), em Boston, nos Estados Unidos criou um método capaz de inserir o histórico de vacinação diretamente na pele humana.

Ou seja juntamente com a toma da vacina é adicionada uma tinta invisível a olho nu, mas que pode ser facilmente identificada através de uma aplicação para o smartphone que emite uma luz infravermelha na derme.

A dita tinta permite assim um acesso rápido e eficaz ao registo de imunização dos indivíduos e tem a duração de até cinco anos. Para este novo método revolucionário os cientistas utilizaram uma tecnologia denominada de ponto quântico, que inclui a presença de minúsculos cristais semicondutores refletores de luz e que inicialmente haviam sido concebidos para categorizar e identificar células durante a realização de pesquisas.
Até ao momento, a nova tinta ainda não foi testada em crianças, mas consiste num adesivo com várias microagulhas, igualmente eficaz à injeção regular, mas sem provocar a mesma aflição.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: