Bolsonaro chama “pirralha” a Greta Thunberg

0

Jair Bolsonaro volta a alimentar polémica e atrair as críticas de grupos ambientalistas, depois de classificar Greta Thunberg de “pirralha” por ter defendido os povos indígenas durante a COP25.

Desde a cimeira do Clima, em Madrid, a jovem ativista sueca não hesitou em assumir o título atribuído pelo presidente brasileiro como descritivo no seu perfil na rede Twitter.

sta terça-feira, em Brasília, Jair Bolsonaro afirmou: “A Greta já falou que os índios morreram porque quiseram defender a Amazónia… É impressionante a imprensa dar espaço para uma pirralha dessas… Uma pirralha!”

Durante uma conferência de imprensa em Madrid, Thunberg tinha frisado que é “extremamente importante dar ouvidos aos povos indígenas, que tem sofrido e têm visto os seus direitos violados em todo o mundo”, acrescentando que “são eles que têm sofrido mais e mais depressa face à emergência ambiental e climática”.

Também presente em Madrid, a antiga ministra brasileira do ambiente e ex-candidata presidencial Marina Silva diz que Bolsonaro devia olhar para si próprio: “Bolsonaro não está denunciando Greta quando faz isso… Ele está se denunciando. Ele é que é uma pessoa que tem uma atitude completamente incoerente com a posição que ele ocupa. Ele não deveria se preocupar em combater a Greta porque ela se solidarizou com os índios que foram assassinados… Ele deveria combater os criminosos que assassinaram os índios.”

No passado domingo, a jovem ativista de 16 anos tinha condenado nas redes sociais o assassinato de indígenas da tribo Guajajara no Estado do Maranhão, no nordeste brasileiro.

Fonte: Euronews/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: