Ataque Talibã mata 11 polícias no Afeganistão

0

O grupo extremista islâmico Talibã atacou uma base policial no norte do Afeganistão matando 11 elementos das forças de segurança, disseram hoje as autoridades do governo local.
Os talibãs primeiro invadiram um posto de controlo perto da base, na segunda-feira, e aparentemente conseguiram invadir o complexo com facilidade com a cumplicidade de um polícia.
Os detalhes foram fornecidos pelo vereador da província de Baghlan, Mabobullah Ghafari, onde o ataque ocorreu.
Os ataques internos têm sido constantes ao longo dos 18 anos de conflito no Afeganistão, com as tropas dos EUA e da NATO a serem o alvo mais frequente. Mas quando as forças de segurança afegãs são atacadas, o número de vítimas geralmente é muito superior.
Em julho, dois militares norte-americanos foram mortos por um soldado afegão na província de Kandahar, no sul. O atirador foi ferido e detido.
Em setembro, outros três militares dos EUA foram feridos quando um membro da Polícia da Ordem Civil Afegã disparou contra um comboio militar, também em Kandahar.
Nenhum grupo assumiu imediatamente a responsabilidade pelo ataque de segunda-feira nos arredores de Puli Khumri, capital da província de Baghlan. Mas os talibãs têm uma forte presença na província e frequentemente têm como alvo as forças de segurança afegãs na cidade e nos arredores.
Em setembro, os extremistas atacaram Puli Khumri e bloquearam a estrada principal da cidade para a capital, Cabul, por mais de uma semana.
Atualmente, o grupo controla ou domina cerca de metade do país, num momento em que os talibãs e os EUA tentam negociar uma diminuição das hostilidades ou um cessar-fogo.
Tal permitiria a assinatura de um acordo de paz que pudesse fazer regressar a casa cerca de 13.000 soldados norte-americanos e abrir caminho para um acordo mais amplo no pós-guerra para os afegãos.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: