Apuramento ao inédito mundial foi há 14 anos

0

Um golo do “capitão” Fabrício Maieco “Akwá”, no longínquo ano de 2005, garantiu o apuramento com vitória (1-0) sobre o Rwanda, em plena cidade de Kigali.
A primeira volta da campanha para a qualificação, sob liderança do técnico angolano Oliveira Gonçalves – que em 2001 conduzira o país, pela primeira vez, a um campeonato do mundo (sub-20), na Argentina, começou muito promissor.
Um empate nulo em casa da forte Argélia Argélia, seguindo-se o triunfo em casa sobre a temível Nigéria (1-0), com golo de Akwá, a passe de Zé Kalanga.
O empate a dois golos com o Gabão, em Libreville, e a vitória na recepção ao Rwanda e Zimbabwe (ambos por 1-0) reforçaram a esperança dos “Palancas Negras”, que concretizaram no segundo turno da competição.
Na segunda volta, os angolanos viajaram a Harare e baquearam ante os zimbabweanos (0-2), tendo se redimido na Cidadela diante da Argélia (2-1). Seguiu-se empate a uma bola diante da Nigéria, onde Figueiredo foi o herói do jogo ao apontar o golo da igualdade.
Motivados com a igualdade extra-muros com as “Super-Águias”, Angola venceu a seguir o Gabão por 3-0, em casa, e foi então a Kigali, no histórico 8 de Outubro “carimbar” o passaporte para “Alemanha’2006”.
Os angolanos vão, no mês de Novembro, iniciar a caminhada de apuramento ao mundial de 2022 no Qatar.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: