AO MINUTO: Covid-19 mata 17 pessoas nos EUA. Segunda morte no Reino Unido

0

Portugal regista 13 infeções confirmadas de Covid-19 e 30 novos casos suspeitos ainda em avaliação, informou esta sexta-feira a Direção-Geral da Saúde (DGS).

O aumento do número de infeções, de nove na quinta-feira para 13 esta sexta-feira, foi inicialmente anunciado pela ministra da Saúde, Marta Temido, após uma reunião da União Europeia, em Bruxelas.

O número de pessoas infetadas pelo novo coronavírus aumentou para 100.842, das quais 3.456 morreram, em 92 países e territórios, segundo um balanço divulgado pela agência noticiosa France Presse (AFP), com dados atualizados às 17h00 de ontem.

O novo coronavírus surgiu pela primeira vez no final do ano passado em Wuhan, na China, e pode causar infeções respiratórias como pneumonia.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o surto de Covid-19 como uma emergência de saúde pública internacional e aumentou o risco para “muito elevado”.

Acompanhe aqui AO MINUTO a evolução do surto por cá e lá fora:

09h03 – A proibição de dar beijos ou apertar a mão nos cumprimentos quotidianos em França é uma das medidas de higiene e segurança face ao Covid-19 mais difícil de adotar e leva a uma nova forma de interação social. Perante esta proibição tão insólita, a Lusa foi falar com France de Heere, formadora de etiqueta e boas maneiras à francesa.

08h58 – A epidemia do novo coronavírus está a provocar nos Estados Unidos um efeito de compra compulsiva de grandes quantidades de gel de mãos e o alarmismo em torno da “especulação Purell”, a marca mais usada.

08h55 – A Coreia do Sul registou, nas últimas 24 horas, 274 novos casos de infetados com coronavírus, totalizando mais de 6800. De acordo com o Mirror, um casal britânico que se mudou para este país asiático, em dezembro, para dar aulas de inglês não sai de casa há duas semanas, devido à ameaça do novo coronavírus.

08h35 – Se nas ruas, transportes públicos, ou no trabalho os alemães parecem tranquilos em relação à epidemia de Covid-19 provocada por um novo coronavírus, os supermercados espelham o sentimento de ameaça já familiar. Os efeitos revelam-se nas prateleiras vazias e em produtos esgotados, com consequências no aumento das vendas, em cerca de 40%, na região de Berlim e Brandeburgo, onde os supermercados garantem estar preparados para cobrir as necessidades.

08h31 – Na China, o surto de Covid-19 ditou o encerramento das escolas e por isso as aulas por video-chamada são a nova normalidade do país. A Lusa falou com um professor de Braga que todos os dias dá português a alunos do outro lado do mundo.

08h24 – No Reino Unido o número de infectados com Covid-19 subiu para 164 e as autoridades confirmaram a segunda morte relacionada com este novo vírus. A vítima mortal é um homem, de 80 anos, que estava internado no hospital da cidade de Milton Keynes desde o dia 3 de março, depois de ter regressado de um cruzeiro pelas Caraíbas.

08h20 – E menos de 24 horas, mais dois norte-americanos sucumbiram ao novo coronavírus, aumentando o número de vítimas mortais por Covid-19 nos EUA para 17. De acordo com os meios locais as vítimas estavam na casa dos 70 anos e moravam na Florida. Ambos tinham viajado para uma zona atingida pelo surto e pelo menos um tinha problemas de saúde.

07h30 – O comandante do navio-escola português Sagres, Maurício Camilo, admite que a tripulação está atenta aos riscos de contaminação com o Covid-19, mas descarta qualquer tipo de receio.

06h56 – O Fórum Económico Mundial decidiu adiar a sua edição latino-americana, prevista para abril em São Paulo, Brasil, devido à expansão do surto do novo coronavírus.

06h53 – Os Emirados Árabes Unidos registaram hoje 15 novos casos de novo coronavírus, totalizando agora 45 pessoas infectadas no país.

06h50 – O avião fretado pelo Governo de Macau para retirar 58 residentes na cidade chinesa de Wuhan, centro do surto do novo coronavírus, partiu hoje pelas 09h30 horas (01h30 horas em Lisboa).

06h18 – As exportações chinesas caíram nos dois primeiros meses do ano 15,9% , em relação ao período homologo do ano anterior, devido ao surto do Covid-19, foi hoje anunciado.

06h15 – As autoridades de saúde sul-coreanas anunciaram hoje 483 novos casos de contágio pelo novo coronavírus, elevando para 6.767 o total de infetados no país, onde já morreram 44 pessoas com a doença Covid-19.

06h11 – O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, falou na noite de sexta-feira ao país, num pronunciamento transmitido em cadeia nacional de rádio e televisão, declarando que “não há motivo para pânico” em relação ao novo coronavírus (Covid-19).

06h09 – A China registou hoje mais 28 mortes devido do Covid-19, elevando o número total de mortes para 3.070, informou a Comissão Nacional de Saúde do país.

Fonte: NM/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: