Ano lectivo pode estender-se até Fevereiro de 2021

0

O

O ano lectivo 2020 poderá alongar-se até Janeiro ou princípio de Fevereiro de 2021, para se cumprir o programa mínimo obrigatório concebido, caso as aulas não retomem até Junho devido à Covid 19, admitiu, nesta quinta-feira, em Luanda, a ministra da Educação, Luísa Maria Alves Grilo.

Luísa Grilo falava à imprensa no final da reunião da Comissão para a Política Social do Conselho de Ministros que, entre outras questões, analisou os planos de acção dos Departamentos Ministeriais, tendo em vista a previsão da retoma das actividades após o Estado de Emergência.

Afirmou que a reorganização do processo docente educativo obrigará ao ajustamento do calendário escolar para recuperar as seis semanas lectivas perdidas e a carga horária.

A ministra adiantou que em caso de retoma do ano lectivo, as turmas deverão ter apenas até 20 alunos, em respeito às medidas de segurança impostas contra a Covid-19.

Localmente, frisou, deverão ser adaptados outros espaços para ministrar aulas, com a ajuda de parceiros, em igrejas ou escolas ainda inacabadas.

Informou que se continua a trabalhar com a rádio e a televisão na difusão das tele-aulas, devendo-se estender as mesmas ao segundo ciclo de ensino (7ª, 8ª e 9ª classes).

A ministra da Educação sublinhou que será assegurado o fornecimento de água às escolas para garantir a lavagem permanente das mãos.

Em relação a cobrança de 60 por cento do valor da propina no ensino privado e 25 por cento nas escolas comparticipadas, a ministra corrobora da justeza, por, no seu entender, garantir a manutenção das empresas e dos postos de trabalho.

Angop

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: